Este é.

image

Este é o meu canto.
Onde sou eu, onde me encontro, onde nem imagino a minha vida sem.
Nunca, mesmo nunca pensei que um blog me pudesse criar tanta ligação a algo.

Penso em assuntos que queria aqui trazer, penso em produtos, em locais, em roteiros, em pensamentos, imagens.
Mas depois são sempre os bocadinhos de mim que ganham. Sempre.
É sobre mim, sobre o meu eu, que este blog é feito. E aqui não há máscara,  não há disfarce, é o puro o que ganha.
Ahhh e tal que pode haver diferença entre este eu e o outro das redes sociais…Minha gente é aqui que sou eu. Sem tirar nem por.
E essa é a razão porque não quero da-lo a conhecer..e receber frases feitas da WordPress a congratular-me pelas visitas. Sim era capaz de ter muitas visitas (ou não que poucos tem pachorra para ouvir os ecos de outrem); a curiosidade de entrar assim na vida de alguém aguça o apetite..esses também são os meus blogs favoritos admito.

Hoje estou assim assim…
Não posso dizer o contrário porque estaria a mentir…”ah mas e tal estás tão bem maquilhada e tal…”  E o que quer isso dizer?  E um sorriso o que quer dizer? Não terá a expressividade das emoções várias hipóteses de leitura? O facto da pessoa estar arranjada quer dizer o quê?  Não é possível ser somente à própria pessoa saber o que vai dentro dela, dentro do seu mais profundo íntimo?!

Não faço juízos de valor. Acerca de nada. Quem vive as coisas é que sabe o que elas representam.
E a dureza dos momentos.

No meu caso se isso faz com que desista da Vida? Não.  Aprendi que é preciosa, e que por onde passar irei sempre tocar o coração de uma ou outra pessoa…
É essa (também) a minha força.

Boa Tarde.

Sun.

image

Hoje os raios de Sol entraram pela minha janela. Ainda que por breves instantes. É uma sensação tão reconfortante.

Parece que vou deixar de ter somente o sol em comprimidos…
As golas de lã vão ser arrumadas e dar lugar às echarpes mais leves.
A Sra. Neve foi embora para outra cidade. A Menina Primavera está a chegar, carregadinha de bagagem, são os acessórios, os vasos, as mochilas cheias de cor, vem sempre cheia de coisas. O namorado dela chama-se Verde e andam sempre agarradinhos…

Boa Tarde.
P.S. Aproveitem o sol. Nunca pensei que me fizesse tanta falta, no corpo e na alma.

Flowers and Me.

image

Gosto cada vez mais de flores.
Conforme vou ficando mais velha, assim vai aumentando a minha paixão pelas flores.

O cheiro intenso é algo que me faz confusão, confesso. Mas gosto das cores,  gosto dos contrastes, gosto de decorar com flores.
A Primavera não tarda apanha um avião de regresso à cidade…
É altura das cores, das flores, do verde apanharem boleia e virem também.

Penso que olhar para as flores me acalma. A minha mãe e a sua relação de sempre com as flores…Penso que é um regressar do meu eu ao colo.
Acho mesmo que essa é a explicação.

Precisamos tantas vezes de nos agarrar à vida…