First time.

É a primeira vez que passo um Carnaval, sem qualquer sinal dele.

País distante, cultura diferente, e um frio de rachar conjugado com neve, que impede, obviamente, toda e qualquer tentativa de “brincar” ao Carnaval.

Quando estava em Portugal também passava anos em que não me mascarava, mas num ou noutro local, numa ou noutra montra algum pormenor existia que me lembrava a época festiva.

Aqui, nada.
Não vi uma criança mascarada, não vi sequer uma serpentina desenrolada, à venda, ou feita em mil no chão, um confetti, nada. De nada.

Resumo: aqui não há Carnaval!!!
Este pessoal não tem pedalada para a coisa, e seria preciso, certamente, muito álcool para um habitante deste” Reino” conseguir brincar ao Carnaval..

Mas, e as crianças???!!
Que raio de cultura mais fechada, aquela que nem oferece a possibilidade das crianças, uma vez por ano, poderem ser o que quiserem!!

Boa noite!!

Advertisements