Porque sim.

A falta que me fazia escrever. Aqui no meu cantinho.
Não tive internet para o fazer..Não tinha rede suficiente.
Foram dias atípicos, a falta de saúde do meu pai, e da minha mãe também! o andar de um lado para o outro, os remédios, as consultas, os centros de saúde e as análises..
Não fotografei, não me bronzeei, não fui a shoppings, nem a continentes, , nao bebi bebidas de verão, nem absorvi parágrafos de leitura ao ritmo que gostaria, mas enchi o coração!
Se dúvidas houvesse da importância das coisas verdadeiramente simples desta vida, teriam ficado dissimuladas agora..
Não precisamos de nada, de mesmo nada, para além daquilo que é verdadeiramente importante..nada do que é material para mim, poderá algumas vez sumplantar os sorrisos sinceros, os olhares cúmplices, o verdadeiro e sentido abraço que faz o tempo parar…
Trago um cartão de memória vazio mas um coração cheio com algo que a memória nunca poderá perder…
Porque sim, porque assim será!

Boa noite!!