Nhami!

image

Continua a nevar muito lá fora.
Há muita neve na rua! Muita mesma.

Fiz um almocinho para mim. Que tanto gosto.  Sei que não é muito, mas foi o suficiente para mim.
Soube-me mesmo bem.
Neve lá fora, ovinho estrelado cá dentro.

Boa Tarde.

Do trabalho.

image

Quarta- Feira.
Dia de trabalhar a nossa língua.
O meu cavalo de batalha, a tua maior chatice..

Dava muito mais jeito ir brincar lá para fora não era?
Mas tem que ser. Está a nevar lá fora,  apetece-te ronhar na manta e no sofá…mas não pode ser.
Não pode mesmo..

Irás agradecer-me muito.

Do Branco.

As únicas coisas que para mim existem de positivo na neve, são as fotografias que podemos tirar às paisagens, quer seja com maquina fotográfica, quer seja com a nossa maior máquina de arquivo, a nossa memória, os nossos sentidos, e é a claridade que a neve traz aos dias..

De facto, quando tudo está coberto, tudo é mais branco, o dia é mais dia, e há uma sensação de decoração no ar..

Não posso dizer que as paisagens não me surpreendem, porque surpreendem..
Não posso dizer que deteste a neve porque isso não acontece..

Não queria era ter que levar com neve quando não me apetece; não queria ter que ficar fechada em casa porque não consigo tirar o carro;
E não queria a ansiedade por não saber andar sequer na neve…o simples facto de andar é uma tarefa perigosa…

Resta-me aprender. E perceber como tudo funciona…o andar, o conduzir, o sobreviver..

Tenho saudades do sol. Do verdadeiro sol que me aquece a alma e o coração.
Verdadeiras saudades.

Que seja um bom dia.

Snow. Not funny…

image

Quem alguma vez pensou que neve era bonito para viver,  enganou-se.
Neve é bonito,  para ver da janela,  para tirar umas fotos e regressar..

Nunca poderá ser minimamente interessante querer sair de casa e não ter como, porque a neve não permite circulação.  Ter que ficar porque sim, não porque seja aquilo que se quer…
Não acho isto bom…

É bonito ver da janela sim. Mas só isso..
Os meus genes não trazem esta informação. ..agora passados tantos anos é complicado coloca-lá lá…

Boa Tarde, Bom resto de dia..

Das mezinhas para a tosse…

Tenho uma tosse brutal.
Sempre tive uma tosse possante. Desde pequenina, onde os centrimetros não davam para assustar um rato…já a minha tosse escandalizava todos os adultos em todos os halls ou salas de espera por onde passava…

A minha mãe lá me fazia todas as mezinhas caseiras que podia, o sebo aplicado quente em papel pardo, o leite quente com mel e o chá de brasas, açúcar aplicado em carvão quente coberto com água…tudo em prol de noites melhor dormidas..

Mas a minha tosse sempre teve muita personalidade..Vai embora quando quer e bem lhe apetece…não quando os medicamentos fazem efeito…

Ao longo da vida fui “convidada” elegantemente a retirar-me de salas de aula no preparatório, secundário e de anfiteatros na Universidade..
Fui mandada, elegantemente, de fim de semana mais cedo pelas inúmeras colegas de casa com que vivi..

Mudei muitas vezes de cama, de divisão…

Há 2 semanas que estou mal. Esta semana, deste lado do Mundo, ouviram a minha tosse…que acharam incrível..
Ensinaram-me a mezinha do Vicks VapoRub nas plantas dos pés, seguido das meias…
Fiz. E não é incrível que resultou?!?!

Estamos no final da tarde e o que mais quero é besuntar-me no cheiro a mentol e enfiar as soquetes…

A vida é mesmo o nosso bem estar não é?
Boa Noite!