Dos frutos vermelhos…

image

Ainda falando de fruta…

Nunca comi tanta fruta como agora.
Quando mudamos de país e verificamos que nada de jeito há para comer,  que tudo tem um custo absolutamente aterrador, que há muitos sabores que para além de condimentados levam especiarias estranhas, aí percebemos porque me agarro a bananas, maçãs, clementinas, morangos, uvas, mirtilos, goiabas e todas as frutas que consigo encontrar.

Sou uma complicação para comer fora das refeições…leite é o que sabemos, pão farta-me, os iogurtes são estranhos, cereais como uma vez e não consigo comer mais, chá sou de modas…enfim uma tortura.  Diária.

As frutas são o que mais gozo me dá.
Por isso ver a fruteira vazia deprime-me.
Nunca, mesmo nunca, me pode faltar a fruta.
Boa Tarde.

Advertisements

Breakfast…

image

Uma das coisas boas desta vida é descobrir que ainda nos podemos surpreender a nós próprios.
Que há cores e sabores que (quase) nunca experienciámos, mas que são maravilhosos e tem tudo a ver connosco.

Aconteceu-me isso com a goiaba. Já a tinha provado no Brasil, mas não devo ter apanhado um belo “exemplar”.

Estou rendida às goiabas e ao sumo de goiaba. Há ali um bocadinho de figo da Índia,  na textura, no sabor e na composição, o que é suficiente para me deixar no Paraíso. Adoro.

Foi o meu pequeno almoço. Eu sei que é pouco, mas é suficiente.
Bom dia.