Today.

image

Os dias estão maiores.
Mais solarengos.
Mais luminosos.
Mas o sol não tem força.  Não tem energia.
Faz lembrar aquelas pessoas já velhinhas que por muito que queiram, já não têm força…

Hoje não estou claramente nos meus dias. Sinto dores nas pernas e deitar tarde e muito cedo erguer nunca foi o meu mote preferido…e agora estou a sentir. Há alturas para trabalhar e há alturas para descansar.  Não misturar esses dois tempos é a regra certa para tudo correr sobre rodas.

No meu caso noites mal dormidas significam até perigo. Perco reflexos proporcionalmente às horas de sono que tenho, ou seja tanto mais é perigosa a minha condução,  quanto horas de sono tiver a menos…e falo em condução porque é talvez o mais perigoso a que me veto nestas situações…

Claramente que preciso descansar.
A minha mantinha está comigo. Os meus pensamentos também.
Boa Tarde.

Azul. E vento.

Está céu azul. E sol. Como eu gosto.

Mas está tanto vento e tão desagradável que não consigo estar na rua.

Estou assim assim. Sempre assim assim.Com os olhos a querer cerrar mas a impossibilidade das horas e do que tenho para fazer a não permitir.

Às vezes não me sinto produtiva, outras vezes acho mesmo que pessoas que recebem brutas gratificações não fazem um terço do que tenho a vindo a fazer, a criar, a dinamizar, a construir. As horas que tenho despendido, o empenho com que me tenho entregado…Sei que é reconhecido. Sei que é avaliado. Sei que é falado. Se umas horas acho que não produzo? Na hora imediatamente a seguir levo com o alerta “Produzo e Muito!!”. Sei o que tenho dado de mim… image

No percurso desta vida…é importante que saibamos assumir o quanto demos de nós aos projectos a que nos propusemos. É importante faze-lo!É importante também que seja reconhecido.

Se, ainda assim, nunca tivermos mais valias por isso, who cares?!?!

Que seja uma Boa Tarde!