.

Sabem aqueles estudos que classificam os melhores países do mundo? Para se viver, para se nascer, para ser ser mãe, para se ter uma melhor qualidade de vida?!

Esses estudos e essas conclusões são tiradas por pessoas que nunca puseram os pés nessas terras! Baseados em fundamentos! Não na Vida!

Não pode ser de outra forma!!! MESMO!

Advertisements

Dos gelados.

image

Porque os gelados mais simples são os que eu prefiro.
Não gosto de taças sofisticadas, daqueles gelados artesanais xpto que se vendem nas marinas ou nas grandes estâncias.
Gosto destes gelados simples que se vendem numa qualquer tasca (também) do Alentejo.
São estes os gelados que me trazem o Verão que não consigo ter de outra forma.
Também é o açúcar que me ajuda. Nos momentos maus tenho exagerado, confesso.
Desde que não me faça mal…who cares?!

Boa Tarde.

Dos blogs.

A maior parte dos blogs onde as pessoas sobrevivem à custa do que dele recebem, são muito pouco interessantes e mais grave, pioram a cada dia que passa.

É um tal emaranhado de comentários destilando ódio, raiva e maldizer que honestamente, fico sem vontade de lá voltar.

São esses blogs que ditam as “modas da blogosfera” e confesso já lá ter aprendido dicas, tirar ideias, e gosto de ver as fotografias e os conteúdos. O pior de tudo são os comentários e os posts seguintes motivados pelos comentários anteriores. Graças a Deus, as fulanas e fulanos têm o bom senso de só escrever essas desgraças nas páginas de facebook dos blogs o que atenua a desgraça… Falamos de blogs com MILHÕES de visitas diárias, onde deveria haver um bocadinho de bom senso..mas qual quê?! Uma autentica desgraça!!!

Dou graças a Deus pelo meu cantinho. Pela paz que aqui encontro. Pelo EU que aqui deixo.

Sem ódios, maldade, e raiva pura e dura. Dias menos bons é certo, mas sempre a querer passar-vos o Melhor de mim.

Que de outra forma pode não vos chegar.

Boa Tarde!

blog

Lunch Time.

image

Vamos lá então petiscar depois de mais umas aulas de português.
Temos dado no duro. Quer dizer no duro que o pequeno aguenta.
Ler é fácil.  Expressar é fácil.
Mas e escrever?!
Tantos e tantos erros, sons baralhados, troca de letras o que faz deste ano um ano muito mais complicado que o anterior.
Estou quase a terminar o livro mas às vezes acho que é inglória a minha tarefa. Que se calhar não tenho dado o meu melhor, e que a culpa é apenas minha.

Alguma coisa consegui. Algumas evoluções e o conhecimento da língua.  E o domínio da leitura.
Tenho que ter pensamento positivo.
Deixar de me sentir culpada com tudo quando tento Dar e Ser o meu Melhor em Tudo.

O tempo não merece sequer apontamento. Está mau demais. Nunca mas mesmo nunca, esquecerei este tempo. É algo que fica entranhado. Que deprime ainda mais.

(Está a trovejar).

Boa Tarde.