Das cores quentes.

image

Gosto destas cores quentes mesmo quando o tempo está farrusco.
Gosto do calorzinho que sai deste céu cinzento que ameaça chuva.
Gosto de uma mãe agitada a fazer rissois porque é sinal que ainda a tenho capaz de fazer rissois.
Gosto deste ar árido como se a civilização não tivesse passado por aqui.
Gosto até (confesso!) de perceber que não há aqui mesmo nada. Porque estou farta de estar rodeada do tudo que nada vale.
Gosto muito, tanto, disto.

Porque aqui sou Eu.
Sem tirar nem por.

Bom anoitecer.

Advertisements