E é assim.

De coisas que não se entendem.
Mesmo.
E dos porquês que ficam no ar..não entendidos, não compreendidos…

Porquê?!

Advertisements

Mesmo.

12509536_1509233872450304_1344404020496820913_n

De Hoje.

image

Neve.
Escuridão.
O som da máquina de lavar.
Desfazer malas.
E enrolar pensamentos sentidos.

Na minha mala trago livros.
Muitos livros.
O cartão da máquina vem quase vazio pelas razões que já aqui enumerei.
Não faço fotografias ao peso, ou ao kilo. Faço fotografias quando assim tem que ser.

Estes primeiros dias são tramados. Como todos os outros.
Porque há coisas que são feridas abertas e doem.

Todas as horas dos dias.
Todos os dias do ano.
*
(#afterbath#nofilter#nomakeup)

Da janela.

image

Da janela vejo isto.
Isto é uma coisa bonita de facto.
2 dias.
A neve é perigosa. Ataca em silêncio.
Após este tempo todo ainda não sei lidar com isto.
Com isto e com as lâmpadas acesas durante todo o dia.
É o regresso das velas..
No meu País as velas não tem importância alguma.
Sei bem porquê.
Temos o astro mais fantástico a iluminar, quase todos os dias.

Já tenho tantas mas tantas saudades.

Bom dia.

Tudo branco.
Completamente branco.
Um cansaço extremo e de Novo um local que não é o meu.
Bom dia para esse lado, soprado de coisas muito boas.

**