Das verdades.

É uma verdade irrepreensível que não consigo estar sem aqui vir.
Este é para mim o meu canto, o meu refúgio e é para aqui que venho, sempre que me apetece desabafar, comunicar, partilhar.
Sinto portanto uma sensação estranha sempre que não venho com a mesma assiduidade, como se de uma ressaca se tratasse..
Preciso disto, como do ar que respiro..
Estou nas mãos dos donos do blog, basta quererem e puf, tudo se acaba e com nada fico..
Está aqui uma grande parte da minha vida desde que foi criado, do que sou, das minhas fragilidades e dos meus momentos mais cheios de garra e força para me levantar..

Que sempre assim seja.
Boa Tarde!!
**