Do ler na minha língua. Em voz alta.

Sinto um orgulho enorme na minha língua. Na minha Pátria.

Foi um prazer enorme ler, não uma [como previsto] mas duas histórias para aquelas crianças que me dizem tanto.
Ler e traduzir, tentar que adivinhassem palavras, ver o entusiasmo nos olhos e recordar como era no meu tempo quando as rotinas se desviavam, mesmo sendo a visita de alguém que lhes é tão familiar.

Foi um enorme prazer.
Hoje deito a cabeça na almofada sentindo que fui útil.
E isso não tem preço.

Boa Noite
**