E se fosse eu? Fazer a mochila e partir.

Há uns dias circulava um vídeo muito bem feito analisando em detalhe as mochilas de uns quantos refugiados,  de crianças a adultos, tentando perceber o que levavam nas mochilas e o que tinham considerado relevante trazer para este outro “mundo”  quando se viram obrigados a dizer adeus a casa..
Muitas figuras públicas como o nosso Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, Joana Vasconcelos,  a artista plástica mais internacional que temos de momento e tantos outros vieram dizer o que levavam eles na mochila..

Ora bem,  tentei também eu fazer este exercício..
Não sou uma pessoa agarrada a bens materiais, por isso numa primeira instância lembrei-me apenas de uma coisa..
Depois reflecti e tudo o que levava está aqui:

image

1-Um caderno de apontamentos vazio e uma caneta para escrever tudo aquilo que aqui costumo trazer, basicamente o que sinto sobre;
2- Um dos meus relógios, aquele que mais uso e de que mais gosto;
3- As minhas pulseiras, de que não me separo há muito e que são tb parte de mim. São coisas simples e ninguém me quereria matar em troca delas [penso eu];
4- A minha escova de dentes. Não precisaria de pasta, com a escova poderia limpar os dentes e tirar as impurezas;
5- Um elástico para o cabelo. Poderia apanhá-lo, fazer tranças e rabos de cavalo;
6- Produto para desembaraçar o cabelo. Posso lavá-lo com água de poças, sem champô,  mas com este produto no fim consigo tudo;
7 – Os meus óculos. Abdicaria das lentes, são precisos muitos cuidados e são dispensáveis, porque não iria ter líquido para as conservar;
8- O meu livro preferido. O que leio sempre que me quero motivar, o que me iria ajudar de todas as vezes que o lesse e onde sublinharia todas as citações que tanto adoro. Muito importante para mim.
9- A minha santinha. E se só pudesse levar uma coisa seria a santinha. Posso percorrer o mundo. Que ela nunca se separará de mim. Nunca.
É a minha mais profunda ligaçao a um objecto concreto. Não tem valor material porque o que representa para mim não tem explicaçao.

Estas eram as minhas opções.
Certas ou erradas eram as que levava.

Boa Tarde
**