Dos momentos.

image

Já aqui falei dele..
Até já me disseram que foi dos posts mais especiais que aqui leram..
Tivesse eu o WordPress a funcionar no computador e descobriria num segundo o post em questão para fazer um link para serem capazes de ler [no imediato] o que escrevi outrora..

Este senhor é muito especial..
Não o conheço, não sei onde vive [embora presuma que nas minhas redondezas], não sei nada dele.. Se é casado, se viúvo, se tem filhos, netos, família..
Apenas sei que partilha comigo uma coisa que se chama Perseverança.. Que não desiste da Vida, que não desiste de subir e descer a rua todos os dias [será que vai mesmo todos os dias?!?!], que não se acomoda ao sofá mas prefere vir ver o verde que desponta, e o céu azul que nunca entra da mesma forma pelas janelas da sua casa de madeira..
Está cansado, custa-lhe muito..
Mas vem e não desiste.. Pára por vezes e nesses momentos apetece-me parar o carro e ir abraçá-lo.  Dizer-lhe que não sabe nada de mim, mas que pertenço àquele carro que às vezes pára.. Que apenas quero tirar-lhe uma fotografia para comprovar que está bem, que ainda vive.
A verdade é que me basta saber que ele está bem. Que tem força para continuar a jornada.. Que não sei nada dele mas que isso não muda nada a forma como me preocupo com ele. E é tanto.

Como estará ele no final de cada dia, de cada subida?
Saberei eu, alguma vez, o seu nome?
Que problema de saúde lhe tira a energia ou será já uma centena desde que viu a luz do dia?!
Quem é este Senhor??
Onde estará agora?

Caramba.
**

P.S. Se quiserem ler o post anterior, na barra de pesquisa, coloquem “De quem (não) me passa ao lado”.