Do Desafio. 

Comecei a correr lá longe e não é habitual correr aqui.. 

Fui hoje, final da tarde, acompanhada das mulheres da casa, da cadela, [elas preferiram caminhar] mas o meu desafio era correr.. e por isso lá fui eu.. 

Uma experiência inacreditável. Condições fantásticas para quem ama natureza, correr ao ar livre, temperatura soberba, raios de sol a adormecer e a dar aquela tonalidade mágica de final de tarde.. Fiz toda a distância até à praia e toda a sequência dos passadiços.. Não vi vivalma nos passadiços [que condições tão soberbas que sao dadas às pessoas que só se queixam por tudo e por nada!!!].. 

No final da ida e quando cheguei ao mar até me emocionei.. A Arrábida perfeitamente visível, a natureza no seu estado mais puro, o cheiro da maresia, a vegetação típica e preservada destas zonas.. 

Vou fazer isto enquanto puder.. Muitas vezes preciso dum empurrãozinho..

…Because a challenge is always a challenge!!..

Boa Noite. 

**

(Foram uns 7 kms) 

Advertisements

Alentejo. 

Na minha freguesia houve uma reabilitação das paragens de autocarro.

Não todas as paragens da freguesia mas essencialmente no acesso à praia e em locais mais importantes como é o caso da paragem da Ti Marcelina [esta da foto] que fica muito perto do acesso ao Badoca Park. Esta é uma paragem muito importante para mim, dista metros da casa da minha avó e quando era pequena sempre que ia a casa da minha avó fazia-o de autocarro e era nesta paragem que o esperava ou descia. 

Hoje fiz uma paragem para fotografar esta maravilha [coincidência ou não, de todas acho esta a minha favorita]. 
Deixo aqui as imagens para que vejam aquilo que eu vi e que considero tão mágico. 

Boa Tarde, meus Especiais. 

**

[Ah, o projecto é dos No Art Limit] 

Yellow Mood. 

Sim é sábado. Sim está frio,ventito gelado e uns 21 graus só para ser diferente. 

Só de casaco se atravessa hoje o dia. E se calhar ainda vou ter que trocar estes calções [palpita-me!] 

Boa Tarde!! 

**

Do blog. 

Este é um blog sem qualquer tipo de publicidade ou divulgação. Não sei como me descobre quem aqui consegue chegar. 

Para quem não me conhece admito que possa ser chato, cansativo, sem interesse. Porque é apenas a minha visão do que me rodeia e muitas vezes mais não é do que uma amálgama dos meus sentimentos, das minhas recordações do que fui [e do que pretendo vir a ser] das minhas inseguranças e fraquezas mas também das minhas alegrias, das minhas vitórias e do que tantas vezes dá colorido à minha Vida em preto e branco. Uma vida carregadinha de saudade onde a simplicidade conforta. 

É com alegria que vejo que pessoas novas o descobrem e voltam. E nada tem a ver com a contabilidade de que é feita a estatística das visitas. É porque vejo que pode ser interessante para alguém o que aqui escrevo e aqui trago, porque também é bom ser surpreendida por mulheres como eu, que se revêem no que escrevo.

Este meu blog sou eu. Na totalidade. 

Um Abraço para esse lado. 

**