Ora nem mais. 

Outra verdade, bem verdadinha.. 

Costumo dizer que a Vida não falha, que mais tarde ou mais cedo te dá tudo aquilo que te tirou ou transforma em recta todas as curvas que te ofereceu. 

É preciso ter fé, não desistir, não ir abaixo, não cometer decisões de cabeça quente, e manter sempre esperança num amanhã melhor. No fundo foi o que fiz [durante muito tempo é verdade].. Não sei se sequei as lágrimas. Provavelmente não, porque os meus olhos as produzem quase que ao ritmo das minhas batidas de coração. Mas sei que não choro por dá cá aquela palha, habituei-me a travar as emoções, a gerir distâncias e saudades. E, acreditem, tirei o doutoramento nesta porra de gerir a saudade. Com uma nota do caraças. 

Bom Domingo para esse lado. 

**