Dos mistos desta Vida. 

A Vida é cheia de altos e baixos.. Umas vezes achamos que estamos na mó de cima, outras na mó de baixo..Umas vezes achamos que até podemos ser importantes para os outros, noutras achamos que não passamos de uma folha passada [aonde não se volta nunca mais].. Nuns dias o que nos faz rir é noutros, a mesma razão que nos faz chorar. 
Nunca tive dúvidas de que queria regressar. Desde o primeiro segundo, desde a primeira hora. O facto de não aqui pertencer, não quer dizer que não aqui tenha pertencido. Conheci muitas, muitas pessoas. Com certeza que serão poucas aquelas que carrego no coração, porque no coração não se medem os likes das redes sociais, mas [tal como sempre  na minha Vida] aqueles que irei carregar, serão para Sempre. Não sou pessoa de esquecer, de não pensar, de seguir a vida, simplesmente esquecendo.. E se calhar aqui não devia ser assim.. [mas sou e tb já não será certamente com 40 anos que mudarei nisto].. Sou hoje uma pessoa diferente. A Vida moldou-me. Deu-me tantos ensinamentos.. Abriu-me tantas vezes os olhos.. 

Não esquecerei muita coisa que aqui passei. Empacoto, encaixo, ao som da rádio do meu País e tento arrastar para trás das costas o sono perdido durante as vezes que acordo [diariamente] pelas madrugadas dentro.. 

Sei que o meu lugar é onde possa ser mais feliz. É onde o sorriso exterior se iguale à paz interior.. O meu telefone sempre foi o mesmo, eu sempre fui a mesma, os tempos da mó de cima estão a chegar de novo, e gosto que me reconheçam a voz passados tantos anos.

São tempos de regresso.. E eu [apesar de muito agitada] estou muito preparada para eles. 

Bom dia. 

**