Das minhas raízes. 

Ligar a televisão, esse fantástico ritual, e dar de caras com a Igreja onde fui baptizada..Com o Presidente que por acaso é meu amigo, de 76 como eu, colega dos tempos de escola. Um programa em directo desde a terra que me viu nascer, aonde também pertenço [e tanto]. Saber que a mãe tb está a ver, e não conseguir desgrudar porque é tanto de mim o que ali aparece.. 

A Feira do Monte era o grande acontecimento do ano na vila, era a única festa praticamente aonde ía durante o ano.. Tem muita importância para mim por todas estas razões e mais algumas. 

Das coisas que nos tocam. 

**