Starting Grey. 

Hoje não nasceu o sol. 

Ao contrário dos outros dias, está cinzento, e a bola gigantesca e iluminada não apareceu entre as 7 e as 7 e um quarto ali ao longe no meio das árvores. 

Eu sei que aqui também há dias cinzentos. Há dias cinzentos em todo o lado. Mas o que é muito mais pesado é um dia cinzento numa alma cinzenta, num pensamento cinzento.. E aqui eu não sinto isso. Porque entendo o que leio, o que compro, porque não me olham com expectativa a pensar se sou italiana, ou espanhola, ou grega, porque vou a um supermercado e tenho mais do que duas variedades de gel de banho, e de pasta de dentes e de roll-on.. E porque vejo o sol [todos os dias que ele nasce] da janela do meu quarto. 

E tudo isto mascara o cinzento. Mesmo de verdade.  

Bom dia para esse lado. 

**