Considerações. Várias. 

Não tenho tempo. Ou melhor o tempo que tenho é diferente. Porque o tempo que tenho é o mesmo. Os dias continuam a ter 24 horas e as semanas têm 5 dias com 2 de intervalo ou 7 seguidos. Os meses não tem nem menos nem mais. E os anos são seguramente a continuação da soma de todas as horas de todos os dias.. 
O facto de estar de regresso não faz de mim uma pessoa diferente, sou a mesma pessoa de sempre, apenas tenho uma visão diferente do Mundo e da Vida. Isso foi ela que me alterou, foi ela que me fez mudar.. 

As horas são hoje diferentes. Mas os pensamentos, os mesmos. Há mais luz, há mais sol, há mais conversas, há mais partilhas, mas há uma mesma saudade. Que não muda quando a visão do mundo se nos muda. 

Preciso de aqui vir e nem sempre consigo. Preciso de aqui trazer o que sou, sinto e faço e nem sempre consigo. 

Tenho muita coisa que quero trazer, mas depois nunca consigo, porque me chamam para reuniões, porque tenho mil emails para ler, porque tenho que por equipas a mexer [e aqueles que não estão para fazer nenhum já os topo a léguas] e depois há sempre mil coisas.. E eu ando sempre a mil mas no fundo sou a mesma que se reveste de uma calmaria muito própria coberta de forças sem fim. Faço tudo aquilo a que me proponho mas faço interrupções [como esta d’agora para vir escrever]. Se preciso disto tenho que ser coerente. 

Afinal este foi um local que nunca abandonei e que nunca me abandonou. Não seria justo [que um projecto] se lhe viesse sobrepor. Nem eu nunca o permitiria. 

[Foram 5 minutos. E eu nem tomo cafés]. 

[A quem me lê. Obrigada. Mesmo. Do fundo do meu coração] 

**