Speechless. 

Gostaria de vos conseguir falar. 

Gostaria de partilhar convosco as lágrimas que deitei ao encontrar isto, num escritório ainda por organizar.. 

Gostava de não ter a dor no peito que tenho, e de não ter reuniões extraordinárias marcadas para fora de horas. Gostava de andar a levar menos na cabeça por uma coisa onde estou a ser [tão] mal paga. 

Encontrar este postal, entre tantas coisinhas que vou encontrando, é a prova viva de que as coisas importantes da vida são muito poucas. É nisso que tenho que me focar. Nisso e em não me matar de insónias para vir ver quantas pessoas responderam a inquéritos. A pressão do dinheiro, dos números, faz as pessoas perderem a noção. 

É entre lágrimas que vos digo, Obrigada. 

**