Da saudade. 

Já aqui referi que Saudade é o meu nome do meio.. Que sinto muitas e apertadas saudades. Que sou uma saudosista, uma lamechas, uma pessoa de lágrima fácil, que às vezes [e só às vezes] se chateia de ser assim.. 
Gostava de ter a capacidade de me teletransportar, voar para longe e qual sopro mágico, ver todos os que estão longe de mim.. 

Tenho alturas em que me sinto mesmo em baixo, tenho alturas em que depois de tudo feito, respiro fundo e me enrolo qual gato a ronhar..em que fico no meu canto a pensar e repensar.. 

Tenho alturas em que como muitas bolachas, outras em que nada como, e tenho alturas em que me apetece muito fazer muita coisa e depois não consigo fazer nada, ou alturas em que faço este mundo e aquele e nada o fazia prever.. Sou muito estranha, de facto, ou serei apenas como todos nós? 

**