Sabes Pai Natal.. 

Pai Natal, 
Sabes que nunca fui pessoa de te escrever cartas a pedir o que fosse.. Nunca. Sempre aceitei de bom grado o que viesse e nem mesmo pequena te pedia o que quer que fosse.. Este ano acho que foi o único em que te fiz um pedido. Pedi-te para me levares as dores, queria apenas isso.. Levaste umas e outras não. Mas deixaste-me ir ver os meus e fico-te eternamente grata.. 

Sabes Pai Natal quis escrever-te porque te quero agradecer o alívio das dores, mas porque te quero dizer que me faltaram outras coisas que me costumavas trazer.. Não quis dizer nada Pai Natal porque não quis ser chata e acho que deves ter mais em que pensar, mas honestamente Pai Natal, havia coisas simples [e tão cheias] que me trazias e que este ano ficaram pelo caminho.. 

Sabes Pai Natal eu apenas te pedi um desejo eu sei. Que era o alívio das dores. E tu isso cumpriste. Nesta quadra tão importante há pequenos gestos que nos enchem a alma, e sempre que faltam, sentimos um vazio, até uma dor.. 

[Há presentes que não entreguei mas que tenho. Porque não é o Natal que muda todas as horas dos dias. O Natal é apenas mais um dia..]

Boa Tarde para esse lado. 

**