Reading. 

Já tinha lido este livro o ano passado mas estou a ler de novo.. Por vezes sabe-me muitíssimo bem ter um livro no colo em vez de um telefone, um tablet, ou um computador.. 

Este mundo está cheio de redes sociais, de partilhas que mais não são do que formas mais ou menos pouco divertidas de passar os minutos das horas destes dias que vão passando.. 

Ontem apercebi-me da prevalência da tecnologia sobre os livros.. No “meu” tempo de metro e de comboio, no tempo em que o fazia diariamente, no ritmo frenético que ainda hoje se faz, tinha sempre um livro, e ao meu lado direito e esquerdo havia quase sempre um livro.. Agora há phones, há apps com jogos onde se eliminam maçãs e rebuçados às cores, há whatsapp, messenger e sempre mil e quantas pessoas à distância de um clique.. As pessoas já não falam umas com as outras, já não pedem desculpa quando se atropelam, já não dizem santinho quando o outro espirra, já nem se observam, nem conseguem reproduzir passados minutos, de quantas caras se compunha a carruagem.. 

Do que mais gosto nesta Vida é de pessoas. Sejam elas quadros de topo, colaboradores de empresas com 200 ou mais pessoas como aquela onde fui ontem, os sem abrigo que habitam nos locais mais públicos de que há memória e fazem deles a sua sala, e as empregadas de loja que dão gosto, que nasceram para o que fazem e nos apetece voltar só para ser atendidas por elas.. Pessoas é o mais importante desta Vida. . É por isso que eu gosto de Lisboa. Porque tem pessoas. Muitas. Tão diferentes. 

E é por isso que nas viagens nunca leio por aí além. Nem nas férias, na praia ou nos hotéis. Porque onde hajam pessoas à minha volta, vou preferir sempre observá-las, ouvi-las, a olhar um ecrã ou a ler linhas que posso ler mais tarde, quando estiver sozinha…

[Learn.People] 

Boa Noite, minhas pessoas. 

**

Advertisements

Just to say. 


Eu sei que tenho pessoas que se preocupam verdadeiramente comigo..Pessoas que posso estar sem falar há muito, que não vejo há outro tanto, mas que sempre se preocuparam com o meu estado, comigo, com as minhas melhoras ou com a falta delas.. com os meus fracassos e com as minhas conquistas. Pessoas que, não importa o tempo de afastamento, nunca saíram de perto de mim.. Para todos os que, diariamente, se preocupam, para aqueles de quem tenho mil saudades, por saber que ficam felizes com o meu bem estar.. 
Obrigada. 

Palavras nunca serão suficientes para demonstrar a minha gratidão para convosco. 

Abraço. 

**

Bom dia, fim de semana. 

E um novo sábado cheio de neve nos locais onde há neve… Tenho muitas saudades de neve, tenho muitas saudades de fotografar na neve.. 

Que seja um sábado sereno. 

Bom dia para esse lado. 

**