Love it 

Das minhas músicas favoritas de sempre. Porque há o que vem e não vai embora. 

**

Advertisements

Da busca. 

Nesta vida, há uma busca constante, incessante. Uns buscam coisas que nem sabem, outros buscam algo que lhes falta, há os que deixam a vida correr na busca de um dia serem felizes, há os que buscam saúde, apenas isso, e depois aqueles que imploram ou buscam atenção, carinho, seja de que forma for.. 
Eu habituei-me [há muito] a contentar-me com o que a vida me oferece, com aquilo que vou recebendo [lá está outro “pouco para uns, tanto para outros”].. Sou forte para aguentar e fraca para me orientar quando as coisas falham.. 

Mas sou assim mesmo, às vezes dona do meu nariz, outras vezes flor murcha, à espera que a reguem. É isso. 

Boa Noite para esse lado. 

**

Different one. 

Hoje o dia está a ser diferente. Nenhum dia é igual, uns dias são cheios de expectativas, outros cheios de realidades. 

Hoje bati com o meu carro. Foi uma coisa de nada, mas os meus nadas são muitos, tudos para mim. 

Eu bati com meu carro noutro carro.Foi uma coisa de nada. Mas para mim foi tanto..Tremia que nem varas verdes, e estava branca como a cal.. E enquanto me tentava mentalizar que não tinha sido nada, assustava-me com a real hipótese de ter sido muito.. Perdi o apetite e precisei de muito tempo para me recompor. Porque eu conduzo muito, estaciono muito, e ando em muitas voltinhas.. E estas coisas só não acontecem a quem estaciona o carro de manhã e lhe pega à noite.. A quem não precisa de se deslocar ao ritmo que o faço, às vezes preocupada com coisas que não dependem de mim, e que me magoam tanto.. 

[Hoje bati com o meu carro. Foi uma coisa de nada. Mas os meus nadas são muitos] 

Boa Tarde. 

**

Obrigada, Presidente Marcelo. 

Ando há que tempos para escrever sobre o nosso Presidente, sobre o Professor Marcelo.. 
Sempre adorei o professor Marcelo, a sua forma de ser, a sua simplicidade, a sua eloquência, a forma como me cativava [a mim e aos outros] e me prendia a atenção.. Era daqueles casos em que se tivesse sido meu professor, não faltaria a uma aula.. Estávamos longe de imaginar [se calhar alguns previam] que pudesse vir a ser nosso Presidente.. 

Já aqui escrevi num post que tinha como título “Adeus, Cavaco”, a minha opinião acerca do Cavaco Silva, o anterior Presidente. Não é pois momento de lhe dar mais protagonismo, que não o merece.

Depois de Cavaco, não era muito complicado ser bom Presidente. . Depois de mandatos tão cinzentos, tão vazios de essência e carisma, qualquer coisa melhorzinha pareceria logo muito melhor.. 

Mudar para um Marcelo Rebelo de Sousa como só ele sabe ser, foi assim um presente dos céus. Estou muito feliz por cá estar no meu País [por mil e uma razões] e poder acompanhar de perto esta governação.. Quando estamos fora há muita coisa que nos passa ao lado [outras são ainda mais fortes] e a política é uma área que fica muito descurada, nomeadamente se há mudanças na governação.. 

O Presidente Marcelo é o Presidente dos Afectos, é aquele que fala como se um de nós se tratasse, que não se inibe de mostrar sentimentos, de exprimir aquilo que pensa, de agir consoante lhe parece. É educado, inteligente, tem o dom da palavra e teve desde a sua candidatura o meu apoio. Porque dele gostava muito antes de saber que me poderia surpreender.. Se ele exagera nalgumas coisas?!  A mim, não me parece mas, e a ser verdade que comentou a morte do George Michael, se calhar não fazia muito sentido ou nada acrescentaria.. 

Mas o balanço geral é para lá de positivo… Nunca me lembro de um político assim.. Que distribui refeições pelos sem abrigo, que brinca com crianças, que dá abraços sentidos em momentos sérios de tristeza, que apoia, que é atento no dia a dia, que é expressivo, que fala dos seus sentimentos e do que o toca.. 
Este Presidente pode ter filiação em partidos políticos com os quais estou a anos luz de me identificar, mas neste caso o que conta é a pessoa que ali está. E neste caso, quem ali está é uma pessoa deveras especial. 

Obrigada Sr. Presidente Marcelo.