Mirror. 

Tenho pouco. Efectivamente tenho muito pouco. Mas quando penso que vivi uma vida, que já tive [e tenho] tantos momentos em que me senti [e sinto] tão profundamente em baixo, penso que há [tem que haver] uma força superior que me levanta.. 
Nos momentos em que estou mal, nos momentos em precisei mesmo de arranjar a força que não tinha, arranjei um aliado que sempre me ajudou:

O espelho.

É no espelho, que, ainda que com visão turva e cara esborratada, oiço as ordens que me dizem para nunca desistir. E é muitas vezes assim que sigo em frente, depois de caminhos mais duros, mais instáveis, e superando [tentando] assim as inúmeras tantas, vezes em que precisei de ajuda.. 

A solução está sempre em nunca desistir. 

**