Para reflectir. 

Fico muito assustada, pasmada, incrédula até, com o número de mortes repentinas em pessoas [algumas de tenra idade, ou que nada fizesse prever] que acontecem diariamente.  
Ontem li um caso de um desportiva nato, da área do fitness, competidor, com prémios ganhos cá dentro e lá fora, conhecedor do certo e errado no que à saúde diz respeito, desde a alimentação ao exercício físico.. A avaliar pelo que comia, pela forma como exercitava o corpo, nada fazia prever uma coisa destas.. Caramba, Miguel Rosa de seu nome, tinha superado um cancro, tinha uma vida pela frente, treinava em condições, comia como se devia comer e morreu. Assim, do nada, na sexta feira, quando supostamente estaria bem depois de ter dado uma entrevista esta semana ao Semanário Sol. 

Ontem dois amigos morreram numa caminhada, com idades à volta dos 35 anos. Um ligou a pedir ajuda, alertando que o amigo estaria indisposto e avisando de imediato que se estaria a começar a sentir mal também. Foram encontrados os dois mortos. Foi ontem, em Santarém. 

Porquê isto?! Porque acontecem estas coisas? ! Como sabemos que não seremos os próximos?! Como nos prevenimos?! 

Isto deixa-me doida. Juro que sim. 

**

Advertisements