… 

**

Reflexões. 

Estava aqui a pensar com os meus botões.. 

Não sei se será o meu ponto de vista que é antiquado, ultrapassado, demodé ou “mariquinhas”..ou se o mundo está repleto de muitos como eu..  

Nunca me passaria pela cabeça ser capaz de viajar sozinha com alguém que não conhecesse.. Isto para mim está nos antípodas daquilo que sou capaz de fazer. Não me considero uma pessoa com ideias antiquadas, que não seja “open mind” o suficiente, mas isto de facto não é coisa que fosse capaz de fazer. 

Conheço muitas pessoas que o fazem, algumas delas são minhas amigas chegadas, daquelas amigas que conhecemos há décadas [no plural sim!] mas eu não me imagino a ser capaz de o fazer.. [consigo conceber mais facilmente fazê-lo sozinha, sem problemas]. 

Escrevo sobre isto porque diariamente se percebe que pessoas aceitam de bom grado viajar com outras, sem se conhecerem. Sem saberem se o outro(a) é agressivo, cheio de más intenções, psicopata, calculista, daqueles que se passam se tiramos mais do que 5 fotos seguidas [estava logo quinada eu], ou o que seja… 

Ora se eu acho que o processo de uma viagem é algo que implica cedências de parte a parte, se acho que o processo de conhecer uma pessoa  e criar intimidade é um processo tão complexo, ora como posso imaginar, que alguém consiga aceitar isto, de ânimo leve e até forrado a contentamento..?! [Parte da pica da viagem [acho que] tem a ver com isto..]  

Eu não condeno, não critico, não censuro, cada um faz o que a sua mente lhe diz, mas que isto me deixa a pensar, deixa.. 

Serei eu que não sou normal?!?! 

**

Done. 

Não achei que iria ser capaz.. Dizem que é normal sentir fraqueza depois dos vómitos, que sempre se perdem sais minerais, e alguma energia.. O tempo está muito quente, senti-me a transpirar mais do que o costume, mas fiz o que consegui e que me desse a sensação de conforto que consigo pós-exercicio. Hoje foi também dia de abdominais, porque a parte mais localizada também é muito importante. 

Está feito. 

**

Do ver. 

Uso óculos há quase 20 anos. Uso lentes de contacto há uns 17,18. Não sou pessoa de conseguir andar sem uma coisa ou sem outra.. Não vejo nada, vejo apenas sombras e tenho apenas – 1.50, o que é pouco tendo em conta que existem pessoas com mais que conseguem nada usar. 
Nunca gostei de óculos. Nunca me habituei aos óculos. Olho, a cada instante, para os aros e isso aconteceu [e acontece] com todos os modelos que tive. Estive agora quase 2 meses de óculos. Nunca tinha estado tanto tempo de óculos. Impensável para mim. 

Lembro-me que nunca tive a mínima dificuldade em colocar lentes, a primeira vez que coloquei, a médica perguntou se o conseguia fazer sozinha ao que respondi “Mas claro que sim!!”  e tau coloquei as lentes como se tivesse feito isso a vida toda, ela ficou estupefacta. 

Costumo dizer que por vezes temos que esperar. Foi o que me aconteceu agora.. Passaram 2 meses desde que comecei a ver preços.. Impensável nos dias de hoje comprar lentes numa loja convencional.. Os preços são 3 vezes mais do que o que se arranja na net. E foi por uma série de questões que tive que esperar 2 meses.. 

Ontem coloquei pela primeira vez. Já não me lembrava da sensação, já não me lembrava de me maquilhar a ver realmente o que estava a fazer, já não me lembrava da minha cara, dos meus olhos, sem óculos. Uma coisa tão simples. Uma coisa tão básica. 

Porque acho que compensa muito. E porque também gosto de passar para esse lado aquilo que acho bom, compro as lentes online na Uso lentes. São de confiança, nunca falham, vem tudo direitinho, os produtos são oficiais. 
Podem experimentar e encomendar aqui

[Atenção ninguém me paga para isto, se recomendo é porque [para mim] é bom]. 

**