Mata fome. 

Eu mato [ou engano vá,] a fome quase sempre com frutos secos, ou barras de frutos secos ou iogurtes, ou fruta ou [confesso] bolachas que são muito pouco adequadas a adultos.. Mas de tudo os frutos secos é do que gosto mais. Estas barras comprei no Lidl, numa caixa com umas 6 todas diferentes, muito saborosas. 

Home office está concluído. E quase todas as tarefas a que me tinha proposto para hoje também.

**

Advertisements

Palavras fora da Hora H.

Todos sabemos que passar de bestial a besta é tão mas tão fácil que complicado mesmo é estar sempre no top, é ser-se sempre bestial.. 
Uma palavra dita fora de tom, uma frase dita numa hora errada pode deitar tudo a perder.. Aconteceram agora dois casos mesmo encostadinhos um ao outro.. O de Passos Coelho e o de Salvador Sobral. Cada um com uma importância relativa é certo mas que ainda assim têm uma posição que não lhes permite, falhas.. 

No caso do Passos Coelho foi muito grave. Não se deita assim para o ar uma informação com o carácter da que deitou, sem se ter certezas absolutas do que se diz.. Não se atiram estas postas de pescada só para se ter numa dada altura mais atenção, ainda que pela negativa. É muito grave anunciar que alguém pôs fim à vida por falta de assistência. Por fim à vida é algo que não pode ser tratado de ânimo leve.. Não se fala disto assim por dá cá aquela palha.. Passos Coelho esteve [na minha opinião] muito, muito mal. 

Quanto a Salvador Sobral…

O puto fuma umas cenas. Até o meu pai percebe isso. O puto não tem maldade, e nem percebe os públicos, os cenários, onde está. É assim, ao pé dos amigos, dos colegas que fumam erva com ele, e é assim num concerto de solidariedade com milhões de pessoas a assistir para uma causa tão nobre como a que estava em cima da mesa. Se foi uma saída infeliz?! Claro que sim. Todo o concerto foi um misto de alegria contida com tentativa de sofrimento ultrapassado em cama de alegria resfriada..Houve sentimento na forma como se cantou, nos arranjos, nas letras que foram escutadas por todos de outra forma, uma forma adaptada à laia, de “caramba parece que foi mesmo escrito para isto”.. Não era tempo para piadas de festival de verão na praia do Meco.. E não, não sou puritana, nem me considero mais papista que o Papa, mas não gostei.. A humildade ficou na gaveta, e foi uma saída profundamente infeliz.. Espero que o retratamento não tenha sido encomenda dos agentes ou dos influenciadores do meio, espero que tenha vindo de dentro.. Esta piada num concerto teu ó Sobral teria sido se calhar de génio, mas aqui.. caiu tão, mas tão mal. É a minha opinião. Cada um terá a sua. 

[Deitei muitas lágrimas no concerto e houve silêncios de ouro.. Já dizia o ditado “Silence is the new luxury”. Estes dois casos deviam conhecer esta máxima..]  

**

Bom dia, sol envergonhado. 

Não gosto destes dias de verão com sol envergonhado.. Destes dias de verão em que o sol, tímido, mal aquece.. Em que é preciso vestir casaco, e não se aguentam saias.. Gosto mesmo é de calor, posso queixar-me quando estão 40 graus mas do que eu gosto mesmo é de calor. 

Bom dia para esse lado

**