Boa Noite. 

**

Advertisements

Just another day. 

Estranho pensar como o corpo humano por vezes não nos avisa de situações graves.. Como que com silenciador, o mal vai-se instalando e quando sabemos chegamos a situações de ruptura, situações graves que obrigam a cuidados intermédios.. 

Quando se trabalha no hospital conhecem-se os meandros, conhecem-se os cantos à casa e desta vez o “casa de ferreiro, espeto de pau” não se aplicou e foi detectado a tempo tudo ficando mais facilitado. O pior já passou. Até me esqueço que estou de férias.. A vida vai muito para alem das férias, da praia, do bronze e do papo para o ar.. Quero pouco saber destas coisas, de refeições em restaurantes, de hotéis com tudo incluído, até da vantagem que seria não ter que lavar à mão pilhas de louça diariamente… A vida é muito mais do que isso. Muito mais mesmo. 

Entram raios de sol no hospital, é soalheiro e nem aqui nos esquecemos que o sol quando brilha é para todos.. Os que forçosamente têm que aqui estar, mas que assim têm que cumprir, a bem do mais importante desta vida: a saúde. 

Boa Noite, Especiais

** 

Just one. 

Há coisas que nos sabem bem em certos sítios/locais /alturas. 

Só gosto de bolas de berlim na praia. Só gosto de caracóis em Maio e Junho. Só me sabem a topo os figos da Índia se comidos na segunda quinzena de Julho, primeira semana de Agosto. Só gosto de praia se não houver ponta de vento, só gosto de ondas se tiver pé. Só gosto de férias se forem igual a sol. Só gosto de fotografar quando tenho vontade para tal. Só consigo correr se tiver um chamamento divino que me espicaçe a vontade. Só gosto de café se me apetecer muito, muito.. Não consigo comer um gelado inteiro. Gosto de tremoços e amendoins. Já bebo cerveja e detesto gostar porque é o princípio da desgraça. 

Só gosto de bolas de Berlim na praia. E tento comer só uma por Verão mas às vezes lá calha comer umas 3 ou 4. Este é o caso mais flagrante. Não consigo comer estes bolos noutro lado. Ontem comi uma bola de Berlim. Mea culpa. 

**

Just coincidences. 

Penso que muitas coisas são meras coincidências.. Não sei o significado que têm, se é que têm algum.. Apenas acontecem, ou são criadas pela nossa imaginação. Hoje penso que algumas coisas sao criadas pela minha imaginação sim, outras tenho a certeza que as vi, embora só eu as tenha visto por segundos.. Ontem encontrei um coração de pedra, ou carvão, não sei o material, sei que não o fotografei logo, guardei-o numa bolsa e passados 10 minutos estava todo partido. Não adiantou. Hoje, antes do almoço, havia impurezas no ar.. Uma pousou em mim e sim consegui fotografá-la.. Era isto, era cinza.. 

Muitas coisas são da minha cabeça, outras tantas não.. 

Boa Tarde.. 

** 

Take care. 

Tantas e tantas vezes perdemos tempo com brigas desnecessárias, com orgulhos tolos, com situações que não fazem sentido nenhum…

Sei, cada vez com mais certeza, que são muito poucos os especiais que povoam a minha vida..Esses, os especiais, sabem [porque sentem] o que representam para mim. E isso é muito óbvio, é muito certeza porque não há dúvidas.. Não sou pessoa de fingir, se gosto gosto a 120%, se me preocupo, preocupo-me a 150%. Sempre assim foi. 

São muito poucos os que me lêem mas sei que alguns me lêem diariamente. Por isso os chamo de especiais. Porque era muito mais fácil deixar de ler ou querer lá saber das minhas historietas.. Todos os meus especiais o são cada um à sua maneira. Ou porque me conquistaram, ou porque me cativaram, porque se entranharam em mim, porque comigo conviveram ou porque me lêem apenas.. 

Uma das especiais está no hospital. Logo agora que tínhamos o tempo que nos resta no ano para nos fotografarmos, para trocar cumplicidades.. A saúde é como o tempo. Nunca se sabe como estará, quando nos apanhará uma qualquer debilidade que nos atire para uma cama de hospital.. É por isso que não se pode perder tempo com brigas tolas.. Não faz sentido. Não faz sentido mesmo. Nenhum. 
**