Mês que é mês.. 

Mês que é mês tem que ter dor de cabeça. Daquelas fortes que me deixam de rastos.. 
Sortudos aqueles que não têm dores de cabeça.. Caramba, que tormento. 

**

Advertisements

Do medo.. 

E outro Verão que está praticamente no fim..

Este Verão foi diferente.. Foram rotinas a caminho do hospital numa azáfama e numa preocupação que só hoje serenou no regresso a casa de quem me diz tanto.. Tinha muitos sonhos para este verão que não concretizei.. Como portugueses que somos não gostamos de nos queixar porque poderíamos estar bem pior.. Se partimos uma perna, pior era se fossem as duas, se nos esfolamos todos, pior era se tivesse sido fatal.. Uma embolia pulmonar é algo muito grave mas mesmo assim arranjamos sempre forma de consolar uma especial dizendo que poderia ter sido muito pior. E podia.

Gostava de me teletransportar. De conseguir voar com asas transparentes e não ter medo de tudo como tenho. Medo das alturas, medo de voar, medo de saltar, medo de nadar, medo de mergulhar, medo de ficar doente, medo de tudo.. Tenho medo e tenho muito medo. E não, não me consigo controlar. É muito mais forte que eu, e eu a achar que tinha muita força..

Tenho medo. Tenho muito medo.

**