Último. 

Hoje é o último dia do mês. Setembro cheira a recomeço, a arranque, a começar de novo a jornada.

O tempo continua muito instável, há uma piscina parada onde já ninguém vai, há calções e havaianas arrumados, há casacos a sair do armário.. 

Nas “férias grandes”, não vesti quase nada para além de calções e vestidos. Não vesti nada com mangas para além de alças, não vesti casaco, para além de um dia, uns minutos ao fim do dia para me proteger de melgas. Não meti base na cara uma única vez, nem rimmel, nem sombras, nem verniz, nem lápis preto, muito menos eyeliner. Não calcei meias para além daqueles dias em que fui correr, e tb nao calcei nada para além de havaianas, sandálias rasas e uns ténis. Não usei saltos, nem pulseiras, nem relógio, muito menos mala ou carteira. Não tive cuidados com a pele para além de um creme hidratante cujo cheiro adoro e com que me besuntava todos os dias, depois do banho e da praia. 

No Verão alentejano é assim que me pauto. Por uma simplicidade que me preenche. Preciso de muito pouco para além daquilo que trago em mim.. 

Bom dia para esse lado. 

**

Advertisements