… 

Ontem vi uma mensagem de uma rapariga numa página de blogs, a questionar como poderia ter mais seguidores e visitas.. Uma das respostas e conselhos que lhe davam era que não escrevesse todos os dias, que não viesse todos os dias, porque se cansava a ela e aos outros.. Fiquei a pensar naquilo. Não escrevo ao litro ou ao metro. Escrevo quando acho que o devo fazer, sobre os temas que me ocorrem, com uma cadência nem sempre certa mas com muita vontade acertada. Não abro os olhos quase nunca sem que aqui escreva algo e não raras vezes digo boa noite porque tb faz parte de mim.. 

Quando comecei este blog tive durante meses o acesso vedado à minha pessoa. Era mais um diário que um blog.. Não vi durante meses estatísticas de visualizações porque não as tinha.. Depois as coisas mudaram.. 

Não vivo dependente do blog, mas o blog depende única e exclusivamente de mim.. E gosto de aqui trazer aquilo que vai acontecendo. Para memória futura e porque “amanhã” quando o vier ler, saberei o que senti a cada dia da minha jornada.. E isso é importante para mim. 

[Precisava de me deitar 40 horas a dormir. Seguida e ininterruptamente. Mesmo].

**

Advertisements