Força. 

Força soprada ao meu País, a toda esta tragédia. Não vi notícias, quase não vi imagens.. Nem o professor Marcelo consegui ouvir. Mas sei, porque o sinto, que estamos todos tristes. Com quem perdeu, injustamente, a vida, com toda esta calamidade de que não conseguimos dar fim.

Esta noite ouvi um trovão tão mas tão forte que pensei que era o fim do Mundo.. Acordei tão mas tão assustada que nunca mais recuperei o sono. Foi precisa a chuva que nos salvou.. Triste quando é a chuva que nos salva, por o Homem não conseguir ou não saber como o fazer.

Tenho um nó na garganta. Mais de 100 pessoas nunca mais passarão férias, mais de 100 pessoas nunca mais irão ver e abraçar as suas famílias… [Há comentários de ministros tão mas tão tristes e despropositados..]

**

Advertisements