Imagem do dia. 

Eu simplesmente adoro o Professor Marcelo. Nem consigo explicar o que sinto.

É para mim, o Melhor ao serviço do País.

**

[A fotografia é de hoje, em Sta. Comba Dão, com uma senhora de 93 anos que tudo tinha perdido; pouco há a dizer, mas mão na mão e um beijo na testa será sempre o expoente máximo de delicadeza e candura] 

Advertisements

Menos. 

Haveria muito para dizer e escrever sobre isto.. Mas, honestamente, nem sempre gosto de me alongar. Nestas, como noutras tragédias, não há um ponto de vista, há vários. Não há um culpado, há vários. Nem sequer se pode dizer concretamente de quem é a culpa, que tantas vezes, nestas como noutras situações, morrerá solteira.

Gosto pouco de comunicação social que deturpa a realidade, que cria títulos e leads enganadores. Que se baseia única e exclusivamente no vale tudo, nos números de tiragem aos números de venda. Estou neste momento a trabalhar em algo assim e sei como se processa. O CM já nos habituou àquele jornalismo que todos sabemos. Estou plenamente convicta que em cada freguesia, em cada lugar deste país, há um tipo com uma avença com o CM. “Em caso de mortes, acidentes, porrada, vais lá e fotografas, ligas e depois aqui a malta do centro mais perto vai filmar, a mãe a chorar, o sangue na estrada, o que restou do que já pouco interessa”. É assim o jornalismo do CM.

A Sábado faz-me lembrar aquelas prostitutas de casa de luz vermelha que passam a atacar na estrada.. Tem vindo a fazer o seu enterro aos poucos..

Mas que capa é esta?! Que fotografia é esta?! Que mensagem se pretende transmitir com a lista de mortos do lado direito?!? É ela a responsável destas mortes?! O facto de ser ministra tem responsabilidade obviamente, do ponto de vista político. Nesta foto está uma mulher. Uma pessoa, que merece respeito como outra qualquer ( e atenção que achei que teve momentos e saídas muito infelizes como esta das férias, achando-a no todo com muito pouco carisma para a coisa).

Não concordo com esta capa. Nem sequer a acho genial. É jornalismo de alguidar. Haviam tantas mas tantas fotos para este mesmo título. Bastava um bocadinho de pesquisa. Agora esta onde lhe vejo até os pelos a sair do queixo, ainda por cima a preto e branco, não me convence.

Haverá inúmeras opiniões. Esta é a minha.

**

Mãos que curam.. 

Ele está sempre lá e ainda bem. E tb lhe noto já alguma frieza com os outros papa açordas que nada fazem, ou se o fazem não é marcante.

O Professor Marcelo é único. Mesmo. 

[Adoro mãos. Tenho mãos perfeitamente memorizadas, é um fascínio que me acompanha sempre].

**

Bom dia, manhãs de Outono. 

As manhãs de Outono têm sempre um encanto especial. É nesta altura do ano que os amanheceres são mais fantásticos, mais cor de rosa, feitos de céus raiados de cor e luz. Acordo muito cedo, ainda de noite e é com grande expectativa que aguardo cada raiar de dia. Às vezes consigo fotografar, como hoje.

Estes céus têm tanto de bonito como de instável.. Passados 5 minutos estava na última versão, um céu cinzento e sem vida [como continua agora]…

De mim para esse lado, da minha série “Amanheceres de Outono”.., o amanhecer de hoje

Bom dia!!
**