… 

**

Advertisements

Night. E o país que temos. 

Porque há alturas em que os minutos se fundem nas horas dos dias.. E assim se passam meses e anos..

Confesso que às vezes me apetece desistir deste pequeno canto, sou sincera. Mas depois penso que os poucos que me lêem também não merecem que eu desista, ou que fique dias e dias sem aparecer.. Além de que gosto para caraças de aqui escrever e tenho sempre mil e um assuntos para trazer.. Mas falta-me muitas vezes o tempo e a capacidade para escrever, confesso.

Queria já ter escrito sobre o quão desiludida estou por o Carrilho não ter sido condenado. Estou plenamente convicta que tem culpa no cartório. E depois a parvalhona da Raríssimas, com a sua arrogância, prepotência e nariz empinado. No meio desta história rocambolesca o que me chocou sobremaneira, foi a forma altiva, prepotente, agressiva e mandona com que se apresentava nas reuniões, o ar de sonsa na entrevista no Sexta às 9 [com a não menos sonsa Sandra Felgueiras, metro e meio da maior arrogância que a comunicação social portuguesa vislumbrou nos últimos tempos e que acha que fazer de advogado do diabo lhe dá mais mérito], e a forma como acha que o país [o país imagine-se] lhe deve um pedido de desculpas. Isto é tudo do mais triste que há, e aquela tipa é somente do piorzinho que existe. Que a investigação seja célere, e que seja obrigada a devolver cêntimo por cêntimo o que roubou, mais as roupas para ir à rainha, e que coma um arroz de marisco que lhe faça uma alergia de tal ordem que se borre toda, daquelas diarreias que te tiram todas as forças..

Este é o país que temos. Nas forças políticas, tirando o professor Marcelo que considero o homem mais honesto, e íntegro da política actual, tudo o resto mete medo. Da oposição venha o diabo e escolha, PSD fraquinho fraquinho, que venham as eleições para ver quem lá fica, que o PSD a continuar assim, enfim.. Acredito muito pouco na política de hoje em dia. Hoje no regresso a casa, já passando das 20.30h, olhei de relance enquanto conduzia, para a televisão de um café e lá estava o Vieira da Silva.. devia estar a justificar-se, pudera, a dizer que está de consciência tranquila e a malta a achar que aquilo são denúncias a mais para acções/reacções a menos…

Enfim, há muita coisa sempre a causar mossa neste país pequeno, mas caramba, gosto dele para caraças e não o trocava por nenhum outro..

Boa Noite

**

Novo dia. 

E outro dia a nascer.. Ontem tive dos dias mais complicados de que tenho memória.. “Quem tem filhos, tem cadilhos” já dizia o ditado e é bem verdade.. Os miúdos são muito cruéis por vezes. 

Que hoje seja um novo dia. E mais fácil, por favor.

Bom dia para esse lado

**