HOM. 

Há alturas em que não me aparecem corações. Não sei o que acontece, se sou eu que não os vejo, se pura e simplesmente não aparecem. Depois há outras alturas, outras horas, outros momentos, em que se multiplicam aos meus pés.. Isto não tem grande explicação, nem o aparecerem, nem o deixarem de aparecer. Sei que alguns se desfazem ao meu toque, sem que os consiga fotografar.. Não tenho que ter provas de que os vi, basta-me que cruzem os meus olhos..

Do que sei da Vida, prefiro muito mais os poucos corações que vou tocando que as notas de 100 euros com que não me vou cruzando…

Boa Noite, Especiais [longe ou perto]

**

Isto. 

**