Do Tempo. 

O tempo é tão relativo…1 minuto para uns é mínimo, para outros é a diferença entre a vida e a morte; 1 dia para uns não vale nada, para outros vale tudo, é mais uma ficha para o carrosel da incerteza.. Um mês é pouco?! Depende, pode ser muito, ou pode ser muito pouco, assim como um anos, dois ou três.

Hoje acordei à uma da manhã a achar que era de manhã. Estava tão desperta que achei que os meus 2 telemóveis tinham bloqueado e não era possível ser aquela hora. Fui ao Google e coloquei hora actual em Portugal, e de facto eram 00.58..achei quase surreal. Sei que ando agitada, sei que ando a fazer-me de forte, com uma força que não tenho mas que finjo ter, sei que só choro com aqueles que me tocam a alma e o coração, mas acho impressionante a forma como acordo após uma hora de sono. Levantei-me, tomei o xarope da tosse e voltei a dormir, porque não tinha outro remédio.

Hoje no regresso a casa de manhã, apanhei este cenário na estrada. Já o apanhei inúmeras vezes mas hoje era o meu, o primeiro carro. Vi que a senhora estava aflita, muito nervosa com o facto das ovelhas incomodarem o trânsito. Ia ao telefone no alta voz do carro, pedi licença à pessoa e abri o vidro, dizendo à senhora: “Não se preocupe, que eu tenho tempo, não há problema nenhum”. Responde ela “Ah menina o meu marido fica aflito com os carros, sabe que querem avançar”.. E eu disse-lhe, a olhá-la bem lá no fundo dos olhos, como se lhe quisesse transmitir que a vida é um fio, “Minha senhora, eu tenho todo o tempo do mundo e não se preocupe, a sério”. Ela não sabia nem eu lho disse que ver as ovelhas dela assim no rebanho, com uma pequenina a querer mamar, uma velhota a coxear, outra que parou para fazer chichi, seria tudo aquilo que eu precisava naquele momento, para olhar e ver ao meu redor. Que ainda me resta agradecer o estar bem, o poder ver as nuvens, o céu azul e as ovelhas tresmalhadas numa manhã gélida e solarenga de Inverno. 

Ela não sabia, nem eu lho consegui dizer, que sempre que me vir não tem que se preocupar, o tempo é muito relativo e para mim vai ser uma bênção ter o rebanho dela a travar-me a marcha. 

Ela não sabia, nem eu lho consegui dizer, que ainda vivo cada minuto com a certeza de que não há nada mais mágico e puro na vida do que a viver com simplicidade.

[Obrigada, meu anjo]  

** 

Advertisements

Quinta. 

Mais um dia a romper.

Já agradeceram a bênção de estarem bem?! Em todos os processos complicados e dolorosos da minha vida, as horas de adormecer e acordar são sempre os momentos mais angustiantes, mais confusos. Mas a vida segue, e a um ritmo fugaz.. 

Bom dia para esse lado

**