Bom dia, sexta feira de chuva. 

Último dia de escola de um período que se revelou pesado, em que custou estudar, faltou tantos dias a concentração, mas ainda assim que se espera proveitoso e com excelentes resultados.. Mais do que toda a gravidade do que aconteceu, uma das coisas que mais me toca é que o meu filho de 10 anos tenha assistido a tudo.. O trauma, as marcas que lhe poderão ficar, a ginástica que tenho feito para que a sua vida não se tenha desviado um milímetro da normalidade.. A gestão quotidiana de mil e uma coisas que tenho que ter em ordem.. Nem sei muito bem como tenho conseguido, como tenho feito tudo, como tenho conseguido arranjar força, como me tenho superado e não me deixo ir abaixo. Às vezes [tantas] vou, mas não deixo que ninguém se aperceba..

O que o meu pequeno viu, que eu vi, ninguém deveria ter que ver e/ou passar por isto. Não mesmo. 

Já me falta o sol hoje mas há que ser forte..e erguer.. 

**

Advertisements