The power of dreaming. 

**

Almost in the middle. 

Amanhã estamos a meio do mês que ainda ontem começou. Parece que foi esta semana que andei numa azáfama a forrar e etiquetar todos os livros escolares do pequeno e já está nos testes finais e nas provas de aferição. Sou só eu que não tenho noção do tempo? Que olho para anos como se fossem dias, horas e meses como se fossem minutos?! Estarei passada, com algum relógio interno avariado?

Amanhã é dia 15. Já dia 15. E a saudade é a única coisa que me é demorada..

Boa Noite, Especiais

**

New Week on the way. 

Uma nova semana que começa, novos projectos, novo clima [ainda embrulhado mas ok], novo inspirar fundo para conseguir levar a bom porto este barco que é a minha vida e que às vezes se arrasta e fica “encalhado”.. As segundas, cada uma delas, são como os Setembros [cada um deles]; há sempre muitas vontades, muitas ideias, muitos projectos e muitas “águas de bacalhau”. Nunca me levo muito a sério nos propósitos, quero muito fazer desporto e não consigo, quero muito ler e não o faço, quero muito iniciar uma quantidade enorme de boas coisas e fica tudo pelo caminho. No trabalho é a única coisa em que sou afincada. Nos últimos tempos, à segunda, terça, tenho tudo acabado. Em tudo o resto, vou falhando, porque há muita coisa que não me agrada a girar ao meu lado.

Fim de semana de Festival da Eurovisão, de Fátima e de Futebol [os 3 f’s que se conjugam sempre neste mês de Maio]. Este ano a nossa prestação no festival ficou no inverso do ano passado, Fátima teve menos visitantes certamente [não vi quase imagens] e o futebol é aquela desgraça que me merece destaque. Em que estado deplorável está o meu clube?! O que é aquilo, que lavagem não tem que ser feita para se começar uma época como deve ser?! Ver o “Trio de Ataque” ainda é a forma de me elucidar, e de ver que muitos concordam comigo. Levem o Bruno de Carvalho para longe, para bem longe, onde seja um maluco com sucesso mas no meio de outros malucos para se destacar. Não há pachorra para este homem, para este energúmeno que me fez de novo escrever sobre futebol, que envergonha um clube com a história do Sporting, o que é preciso para se pôr a andar?! Que um adepto lhe acerte uma pêra e ele diga que não há mais condições?! E que jogadores continuam? Escorraçados como esta noite pelos adeptos à porta do clube.. Não há condições. Mas é que não há mesmo.

Bom dia e boa semana para esse lado. 

**