Da Madonna e do estacionamento. 

Muito se tem falado da polémica em torno da cedência pela Câmara Municipal de Lisboa, de um terreno para a Madonna conseguir estacionar 15 carros. Porque isto, porque aquilo, porque as pessoas têm sempre coisas a dizer, se fosse assim era porque era assim, se fosse assado era porque era assado..
Esta história fez-me lembrar uma reunião de trabalho que tive há muitos, muitos anos atrás. Gerentes todos reunidos e o director questiona-nos como reagir com a presença de pessoas ilustres, se se oferece, se se deixa as pessoas pagarem.. Foi uma reunião muito produtiva, onde percebi que caso um ilustre internacional [não é a Mariazinha dos Morangos com Açúcar] apareça nos nossos serviços, deve ser tratado como tal, a menos que insista muito para que a situação seja diferente..

Toda esta polémica com a Madonna, não tem portanto fundamento nenhum.

Há vários pontos a ter em conta:

1) a Madonna irá pagar uma renda mensal de 720 euros, não é portanto uma favorzinho daqueles da treta, ou um lugar no silo da esquina por 50 euros mensais;

2) a Madonna deve ter contribuído para a subida astronómica do turismo em Lisboa, como não sei, mas sei que muitas cidades gostariam que ela, nelas vivesse;

3) a Madonna faz inúmeras publicações nas redes sociais com hastaghs alusivos a Lisboa, vindo dela isso [deve] vale(r) milhões..

4) esta polémica com o estacionamento é portanto, para mim, um “não assunto”.. 

Se tivesse no lugar do presidente da Câmara de Lisboa, faria portanto o mesmo, e se calhar promovia ainda mais o facto desta celebridade nos ter escolhido para viver e educar os seus filhos. Mas isso sou eu..

**

Advertisements