Da persistência. 

O ano passado. A primeira época de todas as épocas. A primeira vez que se salta dos vídeos do YouTube para os relvados, para ser o guarda maior das redes. Um ano duro, violento, com coisas ditas e sentidas que uma criança com 10 anos nunca deveria ouvir ou sentir. A perseverança dele, o nunca desistir. Mesmo com a adversidade, mesmo com as palavras duras a que tentou [meses demais] fazer orelhas moucas.

A época acabou e todos os que o enxovalharam, porque Deus escreve direito por linhas tortas, tiveram o azar de ser dispensados no final da época. A vida é assim mesmo.

Hoje foi dia de retomar. Noutro clube, com pessoas novas, treinadores, equipa técnica, colegas. Não será fácil o recomeço. Nunca são fáceis os recomeços. Mas costumam ser gratificantes. Porque já a minha avó dizia “guardado está o bocado para quem o há-de comer”

Boa Noite. 

**