Feito por hoje. 

O meu trabalho é o melhor que podia ter arranjado. Não me importo mesmo nada de ganhar [apenas] o que ganho se depois tenho o tempo que tenho. E nesta vida o que precisamos mesmo é de gastar o tempo da melhor forma que soubermos. Se for a ler, que seja. Se for a fazer desporto, que seja, se for a dormir que seja, se for a ouvir música, que seja, se for a levantar cedo para ir fotografar, que seja, se for a fazer caminhadas nos sopés das montanhas ou nos passadiços junto ao mar, que seja. Que façamos aquilo que gostamos, aquilo que a nossa alma gosta. Sem ser importante que cargo ocupamos ou quanto auferimos ao fim do mês.

Ter tempo é o meu maior luxo. É aquilo que ganho em prol do que perco por ter apenas um part time que por vezes resolvo numa manhã por semana. Na balança daquilo que preciso, percebi que pende sempre o mesmo lado.

Preciso de pouco. De muito pouco.

**

Advertisements

Wednesday. 

Mais um dia a começar cinzento e sem vontade.. Tem sido assim este mês de Setembro, nevoeiro de manhã, calor insuportável à tarde, céus de fim de tarde de outro mundo e arrrefeceres nocturnos..

Um bom dia para esse lado

**