Ter um PT. 

Hoje fui ao ginásio. Confesso que acordei em dia não e quando assim é o dia não tem como me correr bem. Estou em baixo, triste, sem energia, sem qualquer motivação para treinar ou fazer o que seja. Mas lá fui.
Quando me inscrevi no ginásio, fiquei logo com uma PT atribuída. Na reunião que tive com ela, para além das medições, de explicar quais as motivações, referi logo que não queria, para já, ter aulas personalizadas. Não estava dentro dos meus objectivos, monetariamente não me era conveniente e preferia treinar sozinha. Ficou acordada então a realização de uma aula apenas, para proceder à elaboração do plano de treino..

O que vos quero dar é a minha opinião do que é ter [do que me parece] um Personal Trainer. Todas as vezes que vou ao ginásio, deparo-me com cerca de uma dezena de PT’s todos em “laboração” contínua, num non stop incrível. Porque acho que devo dar a minha opinião, porque não tinha ideia [juro] que aquilo seria assim, porque falamos de uma “cena” tipo “Peso Pesado” mas ali ao meu lado, porque fico incrédula como alguém tem que ter um treino daquela intensidade para atingir os seus objectivos… assim, sempre, todos os dias. 

São quase 11 da noite e a minha semana tem sido a um ritmo alucinante e não consigo descrever tudo o que tenho para descrever. Porque é muito, porque nos põe a pensar, que raio de ditadura comanda as almas que se sujeitam àquilo. Em prol do quê, para quê?!

**

Advertisements