De coração. 

Sei que os conto pelos dedos das mãos. Sei que estão distantes, são muitas horas, muitos dias, muitos meses, muitos anos distantes de mim. São os Especiais. Porque há momentos em que sabemos que o coração está cheio porque sim, porque tenho amigas que me conhecem como as palmas das [nossas] mãos.

Obrigada é pouco. 

**

Advertisements

Meu. 

**

Workout. 

Às vezes tenho vontade de lá ficar horas, assim meia perdida sem nada de mais interessante para fazer. Depois lembro-me de ouvir dizer, ou ter lido, que exercício mais do que duas horas e meia já é tipo “chover no molhado”, ou seja pouco adianta. Tenho objectivos [a que me propus] de rodar todas as máquinas, de fazer um treino cada vez mais completo. Algumas máquinas não sei como se “destrancam” e fico por ali sorrateiramente, como quem não quer a coisa a observar como os outros fazem. É assim que me tenho safado. Há mil personal trainers ao meu lado mas parece que todas as perguntas custam dinheiro, que tudo tem que se pagar, chega a ser constrangedor.

Está feito por hoje. Não sei quantos mais dias é que vou andando assim, a ver se me engano, a ver se me esqueço desse arrepio na espinha que é ter que ir comprar presentes. Antes transpirar e ficar assim vermelha que nem um pimento.

**