Where I belong. 

Venho muito menos vezes do que aquelas que gostaria, venho muito esporadicamente. Há sempre mil razões, o trabalho, os treinos, os testes, os jogos, a distância enorme que não compensa vir por um dia, enfim um sem número de contratempos. Condeno-me muitas vezes porque deveria largar tudo e vir, mas depois sei que o pequeno depende de mim e recuo. Hoje quando cheguei, sabia que o fim de dia estava ali na praia, mesmo à minha espera, junto ao mar, para ser fotografado. Mas tinha muita coisa para fazer e percebi logo que não conseguiria. Agarrei na máquina e no telefone, deixei as arrumações por momentos, andei uns 10 passos e captei o céu magnífico que mais uma vez estava…  

Esta foi com o telefone, já a pensar partilhar aqui. A minha terra é quase o paraíso. Acreditem que sim.

**

Advertisements