Carrilho, o sem vergonha.

Custa-me falar deste impostor. Deste homem com h muito pequeno, um pseudo intelectual sem carácter, sem vergonha, que usa e abusa dos filhos em busca do seu bel prazer. Pode lá admitir-se que num debate televisivo onde esta aventesma se recusou a ir, tenha entrado em directo via telefone e tenha tido a coragem de passar o telefone e de colocar o filho de 15 anos no ar?!?! Mas pode lá ser uma coisa destas?!? Que mundo é este?! Que jornalismo é este?! Vale mesmo tudo em prol de audiências?!? Vale mesmo tudo da parte deste impostor?!

Chocada é pouco.

**