Fim das Férias.

Acabaram as férias do pequeno. Eu não tive férias nenhumas, tive projectos gigantes neste período dos quais não me arrependo porque nunca me posso arrepender de ter trabalho extra. Não fui para destinos tropicais, para hotéis, para estâncias de neve ou cruzeiros. Fiz muito mais kms do que aqueles que costumo fazer, não vou ao ginásio há mais de 2 semanas, e cozinhei como há muito não cozinhava, ao almoço e ao jantar. Se isso me chateia?! Nadinha, chateia-me só o facto de se lançarem projectos desta envergadura e haver a sensação que não havia apoio de back office porque toda a gente foi de férias. Chateia-me ter trabalhado sempre com um sufoco por ter deixado uma criança sozinha em casa. Chateia-me não ter feito ponta de exercício porque após o trabalho externo, ficava a trabalhar no computador horas após horas para dar conta do recado. Mas está passado o período das férias e descanso para muitos e aproximam-se os fins de semana prolongados que se colam com as férias para outros tantos.

Ser freelancer é ter uns meses muito e outros nem tanto, numas semanas muitas horas livres e noutras nem tanto. Ser freelancer é instabilidade mas também muitas vezes liberdade. É ser dona do tempo e não o saber gerir. É trabalhar em casa e entre relatórios fazer sopas, estender roupas numa miscelânea que confunde o cérebro que trabalha em todas as direcçoes. Se queria ter outro trabalho?! Nunca. Estou muito bem assim. Tenho um mês de férias por ano e 365 dias em que sou dona do meu tempo, desde que cumpra com o que me é pedido. E isso vale muito, tem que valer muito.

Boa Noite.

**

Advertisements

Monday.

Comer folar ao pequeno almoço indica que ainda há vestígios de Páscoa…

Diz que o Inverno, a chuva e o frio vão voltar, não sei se estou bem preparada para isso..

Bom dia para esse lado

**