Confort is the new black.

Já mal sou capaz de andar de saltos. Só ando de rasos, de ténis, de calçado super confortável. Estou certa se afirmar que se democratizou o uso dos ténis, que não estão associados a desleixo, a deixa andar, a pessoas pouco cuidadas. Estou certa se afirmar que se deve ter reduzido (e muito) a venda de saltos agulha, de sandálias com saltos agulha, de botas com saltos agulha. É impossível, ninguém consegue aguentar aquilo sempre, é uma tortura que se consegue aguentar uma a duas vezes por ano, durante umas horas. Há uns anos atrás andava de saltos de manhã à noite, de fato completo fizesse frio ou calor, com as unhas arranjadas. Agora não tenho paciência nem gosto para isso, quero poder tirar o verniz quando e se me apetecer, e ando cada vez mais desportiva. O meu trabalho a isso me permite. Tenho reuniões presenciais de trabalho uma vez por ano e até nesses dias os e-mails com o programa alertam para o uso de ténis ou calçado confortável. Toda a gente desde a base até ao topo usa roupa confortável e não deixa de estar impecável por isso. O profissionalismo, a competência, as grandes capacidades estão para além de saltos agulha ou blazers. Há dias em que uso blazers (muitos dias até) mas nos pés está sempre conforto.

**

Advertisements

Bom dia!

O sol ainda brilha fraquinho..mas já brilha.

Bom dia para esse lado.

**