Agosto.

Há alguns meses que não escuto o despertador. Acordo muito antes dele, embora não precise, não seja necessário. Ontem, pela agitação do dia que tive acordei por volta das 5 e nunca mais dormi. Hoje achei que me ía desforrar mas qual quê, 7 e pouco e abro a pestana para não mais conseguir dormir.

Tinha tempos em que voltava a dormir, e dormia aquilo que eu achava ser um sono profundo. Tenho agora um relógio que me monitoriza as actividades, os passos, o ritmo cardíaco, e as horas de sono profundo que rondam as 2, 3 horas por noite. Serão estes valores normais, ou a minha cabeça anda a deambular e de facto descanso muito pouco?!

Entramos hoje em Agosto. Já ouço esse pormenor atmosférico que se chama vento e que tem sido uma constante destes meses, a que desculpem, nem me atrevo a chamar de Verão.

Bom dia para esse lado.

**

Advertisements