Debilidades…

Se há coisa que nunca escondi ao longo da minha vida foram as minhas debilidades, físicas e emocionais. Falo delas a qualquer pessoa sem o mínimo problema. De como as ultrapassei. De como as ultrapasso. De como me vou abaixo. De como luto contra os fantasmas interiores que me assombram. Não tenho problemas nenhuns com isso, embora não o grite aos quatro ventos. Há alturas complicadas na vida das pessoas. É preciso ser-se capaz de se superar. E se essa merda é difícil de se fazer. Eu que o diga.

Tantas (mas tantas) vezes, preciso refugiar-me. Estar em silêncio durante horas. Fazer caminhadas de horas completamente sozinha. Estar sozinha ajuda em muitas situações, não deixar que ninguém te veja as lágrimas, ninguém te sinta as fragilidades..

Os tempos tem sido muito pouco fáceis. Mesmo. Mesmo.

**